Professores decidem por abaixo-assinado

Os professores decidiram na reunião de ontem (3/2) fazer um abaixo-assinado cobrando suas reivindicações em relação ao calendário para este ano. No final do ano passado, foi entregue um ofício com reivindicações e proposta de calendário, mas que foi tratado com indiferença pela secretaria de educação. Na quarta-feira (2/2) o secretário de educação recebeu o sindicato, mas não apresentou nenhuma resposta. Pelo contrário, pediu para que o Sinsej enviasse novamente o ofício. O documento foi entregue no mesmo dia, mas ainda não teve resposta. Os servidores do magistério cobram, entre outras coisas, o fim do trabalho aos sábados e a garantia dos 15 dias de recesso em julho. A reunião aconteceu na sede do sindicato e reuniu cerca de 80 pessoas. Em breve o documento para o abaixo-assinado estará disponível para download e impressão no site.

Cerca de 80 professores participaram da reunião

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

vinte − 17 =