Unimed sofrerá reajuste de 25%

Em assembleia, os servidores associados à Unimed decidiram ontem (2/7) acatar a proposta de 25% de reajuste do plano.

O pedido de aumento foi solicitado pela operadora no início de junho. Os diretores do Sinsej tentaram negociar um reajuste menor, mas não houve êxito.

O contrato entre a Unimed e o Sinsej data de 1994 e não foi regulamentado após resolução da Agência Nacional de Saúde em 1998. Por esse motivo, atualmente apenas cerca de 150 servidores permanecem associados e a carteira não pode ser ampliada. De acordo com a Unimed, este também é o motivo pelo qual o plano está deficitário, já que, mesmo com os reajustes ocorridos nos últimos anos, ele permanece abaixo dos valores de mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 × 4 =