Sinsej exige horas extras de 100% no fim do ano

O Sinsej cobra da Prefeitura de Joinville o pagamento de horas extras de 100% para quem trabalhará no recesso do fim de ano. O município atendeu essa reivindicação em 2011. O sindicato acredita que essa é a forma justa de tratar os funcionários que manterão os serviços enquanto seus colegas de categoria descansam.

O pagamento no ano passado foi uma conquista dos servidores, pois o Sinsej e os trabalhadores estavam mobilizados e ameaçaram uma paralisação dos pronto atendimentos (PAs). Inicialmente a secretaria de Gestão de Pessoas havia dito que não pagaria as horas extras. Mas com a pressão resultante da unidade, organização e luta dos trabalhadores, a secretária Márcia Streit recuou e atendeu ao pedido.

O anúncio foi feito em 14 de novembro de 2011, beneficiando naquele momento trabalhadores de pronto atendimentos, vigilantes, monitores de museus, alimentadores e de outros setores. O sindicato acredita que a prefeitura deve respeitar a conquista de 2011 e pagar novamente as horas extras de 100%. Caso contrário começará uma mobilização para garantir a medida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 × 1 =