Pedido de retratação ao vereador Bisoni

O Sinsej convida o vereador Roberto Bisoni (PSDB) a retratar-se a respeito do ataque que promoveu em plenário aos servidores das subprefeituras.

De acordo com o colunista Luiz Veríssimo, do jornal Notícias do Dia, o vereador teria dito, em 8 de abril: “Tem subprefeitura em que os funcionários ficam lá as oito horas. O subprefeito manda, mas eles não vão para o trabalho. Cinco (trabalhadores) temporários trabalham mais do que 20 (efetivos). Estive nas subprefeituras do Anita (Garibaldi) e no Vila Nova e está uma porcaria. Só reclamações”.

Se o vereador tem conhecimento de servidores que não cumprem com o dever descrito em seu cargo, mesmo recebendo da Prefeitura as condições de trabalho necessárias, que aponte nominalmente. Da forma genérica como expôs sua opinião publicamente, o parlamentar ofende o conjunto de servidores públicos das subprefeituras da cidade. No fundo, o discurso de Bisoni corrobora com um senso comum alimentado pelos que defendem a destruição do serviço público.

Na realidade, o que vemos nas subprefeituras são servidores sem nenhuma condição material de trabalhar, pois faltam máquinas e matéria prima. Os “temporários”, que na realidade são os terceirizados, são contratados pelas empreiteiras e contam com a estrutura disponibilizada pela empresa, paga pela Prefeitura. É uma opção política de investir no setor privado.

Essa situação ocorre há anos e foi herdada das secretariais regionais. Um governo após outro vem deixando de investir em infraestrutura pública, extinguindo os cargos desses trabalhadores e os colocando em uma situação de completo abandono. Há anos não é concursado um trabalhador para este setor. A antiga Secretaria de Obras chegou a ser a maior da Prefeitura. Hoje, não apenas os servidores, mas toda a cidade sofre com o desmonte desse serviço público.

Para o Sinsej, antes de afirmar que as subprefeituras estão “uma porcaria” e responsabilizar os trabalhadores, é preciso analisar o conjunto e exigir condições de trabalho ao prefeito Udo Döhler, a qual Bisoni é aliado na Câmara de Vereadores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

17 − treze =