Servidores impedem votação de projetos

Servidores querem apoio dos vereadores para obter proposta melhor de Udo I Foto: Francine Hellmann
Servidores querem apoio dos vereadores para obter proposta melhor de Udo I Foto: Francine Hellmann

Nenhum projeto foi votado na Câmara de Vereadores de Joinville hoje (2/6). A situação foi resultado da pressão que os servidores em greve exerceram sobre o Legislativo. A pedido dos trabalhadores, os vereadores Adilson Mariano e Maycon Cesar protocolaram um requerimento de encerramento da sessão. Após longo e acalorado debate e já próximo às 19 horas, todos os parlamentares presentes votaram, nominalmente, a favor da proposição.

“Com isso, só aumenta a responsabilidade do prefeito Udo Döhler em apresentar uma proposta que possa pôr fim à greve”, explicou o presidente do Sinsej, Ulrich Beathalter. Amanhã, os grevistas destinam o dia para percorrer os locais de trabalho, convidando mais servidores a integrarem o movimento. Às 17 horas, eles encontram-se novamente na Câmara de Vereadores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

17 + dezesseis =