Dia da Declaração Universal dos Direitos Humanos

Por CDH de Joinville

edital_direitos_humanos_gettyimages

Ela é universal e para todos os humanos: direito à vida, à liberdade, à propriedade, casar por livre e espontânea vontade, liberdade de pensar, da presunção da verdade até que se prove o contrário, ao trabalho, ao repouso, à educação, à saúde, viver em comunidade, ter uma nacionalidade, ter a própria opinião, tomar parte do governo do país, direito de se reunir em associações pacíficas, a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família bem estar, participar de atividades culturais.

Todos direitos inerentes à pessoa humana.

Em 1948 o mundo se mobilizou e assinou a Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH), por conta de um pós-guerra sangrento que violou e destruiu muitas vidas. Para que estas violações não continuassem e se espalhassem com mais força por todos os lugares, representantes de 48 países (Estados Membros da Assembléia Geral das Nações Unidas – ONU), uniram-se nesta declaração que contém 30 artigos.

No entanto, mesmo após 66 anos de vigência da DUDH e a promulgação da Constituição Federal Brasileira em 1988, muitas pessoas ainda têm seus direitos fundamentais violados, não só no Brasil, mas em todo o planeta. Isso faz com que a sociedade civil se organize em entidades que defendem estes direitos, como o Centro dos Direitos Humanos de Joinville, por exemplo.

No dia 10 de dezembro realizaremos um “Ato Público: Conhecer e Viver Direitos” na Praça da Bandeira, para lembrar das lutas em defesa dos Direitos Humanos e pela transformação da sociedade atual, onde se elimine toda a forma de exclusão social.

Mesmo considerando todos os avanços que alcançamos, uma legislação nacional e internacional que garante os direitos coletivos e individuais, não eliminamos as violações de direitos humanos. Portanto é imprescindível continuar lutando por justiça, igualdade e contra qualquer tipo de violência.

Por isso, participe conosco!

Programação:

16h: Abertura – Centro dos Direitos Humanos
16h10: Chegada da Caminhada do Conselho Municipal da Mulher (CMDM) na Praça da Bandeira, com saída da Praça do Mercado Público às 15h30 – falas e apresentações do CMDM
16h30: Apresentação Cultural – Músico Betinho
16h40: Associação Arco-Íris
16h50: Movimento Pinte e Lute
17h10: Movimento Passe Livre – MPL
17h25: Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sinte)
17h40: Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Joinville (Sinsej)
17h55: Sindicato dos Servidores da Saúde de Joinville (SindSaúde)
18h10: Centro Dom Helder
18h25: Bom Jesus Ielusc/ Comunicação/Núcleo de Comunicação Popular e Direitos Humanos
18h40: Luta Antimanicomial
18h55: Centro dos Direitos Humanos
19h15: Ecos Esperança
19h30: Grupo de Articulação do Paranaguamirim
20h: Apresentação Musical – Anatólio (Arpa)
20h15: Agradecimento Ecumênico

Serviço:
Onde: Praça da Bandeira
O que: Declaração Universal dos Direitos Humanos – Ato Público Conhecer e Viver Direitos
Quando: 10 de dezembro
Horário: A partir das 16 horas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × 1 =