Pacote de maldades será ampliado

Prefeito anuncia que não pagará horas do recesso.

Na reunião que ocorreu entre Sinsej e Prefeitura ontem (24/11), às 21h30, o prefeito não só confirmou a aplicação do pacote como prometeu ampliá-lo, com o corte do pagamento das horas-extras para quem trabalhar no recesso. Conforme Udo, a economia ainda é insuficiente e o pacote será ampliado.

Embora o prefeito não tenha dado detalhes, os servidores devem se preparar para mais perdas. “Não é hora de titubear, é hora de nos organizarmos e unidos lutarmos pela garantia dos nossos direitos”, disse o presidente do sindicato, Ulrich Beathalter. Ele convida todos os servidores a comparecerem na assembleia que acontece às 19h de hoje, no Sinsej. Não pagaremos pela crise!

Texto editado em 25/11, às 22h26

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

9 + dezenove =