Mobilização regulariza superlotação no PS do HMSJ

Uma paralisação do setor estava marcada para esta sexta (29/1) caso a Prefeitura não cumprisse com as medidas acordadas em reunião com o sindicato

Após a ameaça de paralisação dos servidores do pronto-socorro do Hospital São José, em Joinville, a Prefeitura começou a regularizar a situação. Há mais de uma semana o PS enfrentava superlotação e o aparelho de ar-condicionado estava estragado.

O conserto da climatização finalmente foi feito durante a noite de quinta (28/1) para sexta. As medidas para acabar com a superlotação, como remanejamento de pacientes para outras unidades de saúde, prioridade nas cirurgias de pacientes internados no PS e alta para pacientes que podem aguardar cirurgias em casa, também começaram a ser aplicadas.

Para Ulrich Beathalter, presidente do Sinsej, “essa é mais uma demonstração de que só através da unidade, organização e luta é possível resistir aos ataques e avançar nas conquistas de direitos”. Para o diretor de comunicação do sindicato, João Batista Verardo, “todo esse desgaste poderia ter sido evitado se a gestão municipal fosse mais eficiente em solucionar os problemas, evitando que os servidores, sob forte estresse e ameaça de paralisação, impulsionasse a Administração Municipal a resolver os problemas básicos do cotidiano”. Caso essas situações voltem a se repetir, os trabalhadores voltarão a mobilizar-se.

Texto atualizado às 13h30.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quinze − 6 =