Carta aberta à população de Itapoá

Em defesa da saúde pública e de qualidade para todos

A saúde pública, universal, gratuita e de qualidade é um direito de todo cidadão brasileiro e cabe ao poder público garantir nosso acesso a ela. Cada centavo gasto na prevenção e na cura das doenças da população é investimento. Não é assim, infelizmente, que os políticos e governantes enxergam a questão.

Aqui em nossa cidade os servidores, profissionais da saúde, se desdobram para garantir um mínimo de atendimento às pessoas, principalmente às que mais precisam da saúde pública. Muitas vezes enfrentando condições precárias, com falta de estrutura adequada, falta de materiais e de pessoal. Soma-se a isso o fato de que a remuneração de um médico, enfermeiro, técnico, agente de saúde e demais profissionais está abaixo da média dos salários pagos nas demais prefeituras da região.

Nesse cenário, ao invés de mais investimentos, a Prefeitura de Itapoá nos presenteia com o anúncio de cortes na nossa remuneração. Uma tentativa descarada de “economizar” com os profissionais da saúde enquanto mantém os privilégios de apadrinhados político-partidários que infestam os gabinetes do poder.

Não temos dúvida de que essa medida impacta diretamente na qualidade do serviço prestado à população. Por isso convidamos cada usuário(a) do sistema público de saúde a nos acompanhar na luta em defesa de nossa remuneração, na defesa de mais investimento nas unidades. Não aceitaremos pagar por uma crise que não fomos nós que criamos.

Comunicamos que nesta segunda-feira (30/5) estaremos na Câmara de Vereadores, a partir das 19 horas, para levar a discussão ao conjunto de vereadores da cidade. Na terça-feira pela manhã (31/5), as unidades de saúde estarão fechadas. Somente os serviços de emergência no PA estarão mantidos. Convidamos a comunidade a se juntar a nós em frente à Prefeitura, onde estaremos cobrando do prefeito Sérgio Aguiar a revogação da medida. Na quarta-feira à noite, às 19 horas, haverá assembleia geral dos servidores, na Câmara de Vereadores. Se até aquele momento a Prefeitura não voltar atrás e garantir a remuneração integral a todos os servidores, não está descartada a deflagração da greve geral e a interrupção de todos os serviços de saúde na cidade.

Queremos trabalhar. Queremos atender a população com dignidade. Ajude-nos, cobrando de seu vereador e do prefeito a solução deste impasse. Nenhum direito a menos. Por mais verbas para a saúde dos cidadãos itapoaenses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

oito − 2 =