Ujes realiza ato contra reformas de Temer

Mesmo com chuva, secundaristas realizaram ato na Praça da Bandeira e depois seguiram até a Gered I Foto: Aline Seitenfus
Mesmo com chuva, secundaristas realizaram ato na Praça da Bandeira e seguiram até a Gered I Foto: Aline Seitenfus

A União Joinvilense dos Estudantes Secundaristas (Ujes) realizou na manhã de hoje (28/3) um ato contra as reformas da previdência, trabalhista, do Ensino e contra a aprovação da terceirização sem limites. Os estudantes também votaram pela participação da paralisação nacional dos trabalhadores que acontece na próxima sexta (31/3).

Após o ato na Praça da Bandeira, eles seguiram até a sede da Gerência de Educação Joinville (Gered). A Ujes havia solicitado uma reunião com a gerente Lorena Rothbarth para entregar uma pauta de reivindicações, onde questionava vários problemas nas escolas e os ataques vindos do governo. Ao chegar à coordenação, os secundaristas se depararam com a truculência do Estado: a porta foi fechada diante do grupo, incluindo a grade. Ainda assim, uma comissão entregou a pauta hoje, às 13 horas.

Essa é mais uma mostra de como o governo trata a juventude e os trabalhadores. Não há interesse, nem vontade, de ampliar os serviços públicos. Pelo contrário. A intenção é destruir o que hoje existe. Isso é comprovado através de todas as recentes reformas e retiradas de direitos.

Diretores do Sinsej estiveram presentes apoiando a mobilização. “Neste momento de intensos ataques é fundamental a união da juventude com a classe trabalhadora, afinal essa luta está sob a responsabilidade histórica da nossa geração”, disse a diretora sindical, Flávia Antunes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

catorze + dois =