Nota em apoio e solidariedade à greve dos trabalhadores nos Correios

A direção do Sinsej vem a público manifestar seu apoio e solidariedade à greve dos funcionários nos Correios, deflagrada na última terça-feira (18) por tempo indeterminado, contra a retirada de direitos e em defesa da vida de mais de 100 mil trabalhadores. A categoria, considerada essencial durante a pandemia, vem denunciando o autoritarismo do Governo Bolsonaro que emperra as negociações e aposta em ameaças para desgastar a categoria. A intransigência da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) resultou na perda de 70 dos 79 pontos do acordo coletivo através de liminar na justiça.

Segundo a Federação dos Trabalhadores em Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Fentect) os ecetistas tiveram remuneração cortada na pandemia, além das constantes reclamações de falta de Equipamentos de Proteção Individual e guichês de proteção no atendimento. Segundo a entidade já são quase 100 trabalhadores mortos vítimas da Covid-19.

Defender estas trabalhadoras e estes trabalhadores é defender o serviço público gratuito e de qualidade para todos! Seguimos em defesa dos Correios e do patrimônio público brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

onze − sete =