Abaixo-assinado em defesa da aposentadoria dos servidores públicos municipais de Joinville

Como encaminhamento de assembleia, preparamos um abaixo-assinado virtual direcionado ao prefeito de Joinville, Adriano Silva (Novo), e ao presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Maurício Peixer (PL), com objetivo de ampliar nossa campanha em defesa da aposentadoria.
Convidamos todos a acessarem o link abaixo, assinar e depois compartilharem em suas redes.

http://chng.it/q7CMMcbqND 

Todos juntos contra a reforma da Previdência!

ABAIXO-ASSINADO EM DEFESA DA APOSENTADORIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE JOINVILLE
Venho por meio deste abaixo-assinado reivindicar ao prefeito de Joinville Adriano Silva (Novo) e ao presidente da Câmara de Vereadores, Maurício Peixer (PL), o fim dos ataques à aposentadoria dos servidores públicos municipais, seja retirando os Projeto de Lei Complementar nº 008/2021, Projeto de Lei Ordinária nº 23/2021 e a Proposta de Emenda à Lei Orgânica nº 003/2021 da tramitação no Legislativo, seja arquivando tais propostas.
Os servidores dia a dia atendem a população seja em serviços de saúde, educação, infraestrutura; patrimônio público, histórico e cultural; no trânsito, nos cemitérios, seja na administração pública em geral.
Por sua vez, ao invés de realizar mais concurso público e melhorar devido atendimento para combater a pandemia, o prefeito prefere atacar os direitos desses trabalhadores com propostas que reduzem no mínimo 3% dos salários (por meio do aumento da alíquota paga ao Ipreville), dificultam o acesso e reduzem em 40% o valor da aposentadoria. Essas propostas desrespeitam não só à categoria, mas também cada joinvilense que merece um serviço público de qualidade, com servidores valorizados e com devidas condições de trabalho.
Adriano alega cumprir a Emenda Constitucional 103/2019, da Reforma da Previdência do governo federal, para obtenção do Certificado de Regularização Previdenciária que possibilita ao município receber verbas de convênios a União, porém omite que a dívida de quase R$ 1 bilhão com o Ipreville é da prefeitura e não do servidor que paga religiosamente a sua cota. O prefeito engana mais ainda a população quando põe essa culpa na categoria e esconde a possibilidade de conseguir tal Certificado na Justiça, como fizeram outros municípios brasileiros.
Por isso, afirmo minha solidariedade e total apoio à categoria que segue em luta contra a reforma da Previdência e em defesa da aposentadoria. Pela imediata auditoria no Ipreville. Essa conta não é do servidor!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

cinco × cinco =