Confira as respostas dos candidatos de Joinville

Quatro candidatos responderam a pauta de reivindicações dos servidores de Joinville, enviada pelo Sinsej em 30 de agosto. Foram eles: Carlito Merss (PT), Kennedy Nunes (PSD), Leonel Camasão (PSol) e Udo Döhler (PMDB). Marco Tebaldi (PSDB) não respondeu.

O ofício do Sinsej continha reivindicações antigas da categoria, não atendidas nas últimas campanhas salariais. Entre elas estavam 33% de hora atividade para professores, inclusão dos auxiliares de educador no plano de cargos e carreira do magistério, regulamentação da jornada de trabalho de 30 horas semanais, pagamento de insalubridade aos agentes de saúde pública, agentes comunitários de saúde, fiscais sanitaristas, cozinheiras e demais funções desenvolvidas em áreas penosas e insalubres, solução para o atendimento de saúde dos servidores, entre outras.

Leia o documento completo aqui

Em grande parte das respostas foram utilizados termos evasivos, como: “verificar situação financeira da prefeitura”, “responsabilidade fiscal”, “compatibilização de receitas e despesas segundo capacidade financeira e limites legais” e “revisão técnica da insalubridade (sem deixar claro se a revisão será de ampliação ou cortes)”. Em alguns casos, os termos utilizados são nocivos. É o caso de “ação de desempenho individual” e “meritocracia”.

Tais respostas confirmam que a garantia e ampliação de direitos só virão com unidade, organização e muita luta da categoria. No início do próximo ano, independente de quem for eleito, o Sinsej dará início à campanha salarial 2013, com discussões nos locais de trabalho e mobilização para a construção da nova pauta de reivindicações. Participe desse importante processo.

Leia abaixo as respostas dos quatro candidatos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + 4 =