Saúde pública e organizações sociais em debate

Acontece sábado (29), às 14h, um debate sobre os modelos de gestão da saúde no anfiteatro do Bom Jesus/Ielusc do Centro. De um lado, os defensores dos serviços públicos administrados pelo Estado. De outro, os paladinos da gestão nas mãos de organizações sociais (OS’s). O evento acontece devido à polêmica recente provocada pela transferência da administração do Serviço Móvel de Saúde (Samu) e a ameaça de entrega da gestão do Hospital Hans Dieter Schmidt para uma OS.

Quem organiza a atividade é o Diretório Central dos Estudantes do Ielusc (DCE) em parceria com os cursos de Nutrição e Enfermagem do Ielusc. O público alvo são estudantes e trabalhadores da área de saúde. Mas o evento é aberto e gratuito para a população. O debate quer contextualizar os estudantes na realidade que seus colegas de profissão estão se deparando. Os organizadores querem também qualificar a discussão sobre o assunto.

O tema entrou em cena com a promessa do governador Raimundo Colombo (PSD) em levar adiante a terceirização de setores da saúde estadual. O Samu foi um dos primeiros serviços entregues a uma OS. Em Joinville, a ameaça de fazer o mesmo com o Hospital Regional iniciou um movimento de resistência do Sindicato da Saúde junto com o Comitê Popular de Lutas. Os trabalhadores do hospital fizeram paralisações e audiências para discutir a polêmica. Aconteceram também fóruns e seminários em nível estadual e nacional envolvendo sindicatos, movimentos e governos de todas as regiões.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 3 =