Hora extra: pagamento aprovado virá em março

A Câmara de Vereadores de Joinville aprovou na sessão de ontem (27/2) o projeto que autoriza o pagamento de horas extras para os servidores que não gozaram do recesso natalido de 2012. O valor corresponderá a 100% da hora normal dos dias trabalhados entre 21 de dezembro e 2 de janeiro e deve ser depositado na data do próximo pagamento.

A medida já havia sido acordada entre o Sinsej e o antigo governo no final do ano passado. Na época, a prefeitura concordou em conceder hora extra, mas a direção do São José tinha autonomia administrativa e não aceitou o acordo. Seguiram-se manifestações e paralisações que resultaram na conquista de uma promessa de pagamento.

Porém, no início deste ano diversos servidores do hospital surpreenderam-se por serem os únicos a não receberem pelos dias trabalhados. O prefeito Udo Döhler não concordava com o pagamento e só cedeu após novas mobilizações no início de fevereiro, condicionando sua decisão à aprovação de uma lei.

A prefeitura enviou à CVJ o projeto 18/2013, que tratava da questão, no dia 13 de fevereiro, mas não pediu regime de urgência. Diante disso, o Sinsej precisou dirigir-se à Câmara para pedir agilidade na tramitação.

Agora o projeto volta às mãos do prefeito, que deve sancioná-lo. De acordo com a secretária de Gestão de Pessoas, Rosane Bonessi, se a determinação chegasse a ela até hoje o pagamento seria incluído na folha de fevereiro, paga em 6 de março.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

10 − 1 =