Fachini diz não às solicitações dos servidores

DSC_0012
Reunião com o presidente da Câmara de Vereadores de Joinville termina sem respostas positivas I Foto: Aline Seitenfus

Hoje à tarde (06/11) diretores do Sinsej reuniram-se com o presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, Rodrigo Fachini, para discutir a pauta de reivindicações dos servidores que estão em estado de greve. A resposta de Fachini à pauta foi direta: não.

Num primeiro momento, o chefe da Casa tentou alegar dificuldades financeiras, por isso não seria possível atender nenhuma das cinco reivindicações.  Em seguida, tentou alegar que não poderia cumprir com o prometido, pois as decisões eram tomadas pelo coletivo, não por ele. “Meu compromisso eu cumpri, disse que iria fazer um esforço e fiz”, falou Fachini.

Entretanto, não foi esse o combinado com os servidores. “Não se assina um acordo, publicamente, com os servidores para depois usar de desculpas vãs para não cumprir”, disse o presidente do Sinsej, Ulrich Beathalter.

Ulrich lembra os trabalhadores que é preciso continuar unido, organizado e lutando, “pois somente dessa forma os direitos serão conquistados e ampliados”. Na próxima segunda (9/11), às 14 horas, Plenarinho da Câmara, será feita uma assembleia com os servidores para análise e deliberação do estado de greve.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 × 2 =