Mobilização das Centrais garante 7% de reajuste no Piso em Santa Catarina

Escrito por: William Pedreira com informações da CUT-SC

As Centrais Sindicais de Santa Catarina (CUT, CTB, Força, NCST e UGT) fecharam nesta segunda-feira (31) o acordo com os setores patronais que garante um reajuste de 7% no Piso Regional.

A proposta foi entregue ontem diretamente ao Governador do Estado, Raimundo Colombo, que se comprometeu a encaminhá-la em regime de urgência para a Assembleia Legislativa.

Ainda que abaixo dos 10,85% pleiteados pelo movimento sindical nas negociações desde meados do segundo semestre de 2010, o reajuste concretiza a luta pela implantação, cumprimento e reconhecimento do Piso iniciado em 2006.

“O povo catarinense obteve uma extraordinária conquista do reajuste do piso salarial estadual e, com ele, o reconhecimento pela classe empresarial, da legalidade e importância desse instrumento na distribuição de renda e desenvolvimento sustentável do nosso Estado. Conseguimos um reajuste acima do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que é de 6,46%”, destaca Neudi Giachini, presidente da CUT-SC.

De acordo com cálculos do Dieese, a mudança afetará os salários de aproximadamente 518 mil trabalhadores e torna o mínimo regional o segundo melhor do país.

Conforme informou o presidente da CUT-SC, o reajuste, após a aprovação da assembleia, será retroativo a 1º de janeiro. Com o arredondamento dos números, este reajuste pode significar, para cada faixa salarial, um percentual em torno de 7,5%.

Leia mais>>>

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dois × quatro =