Sinsej conversa com servidores do HMSJ

Cerca de 80 servidores participaram da reunião

Direção do Sinsej foi até o Hospital São José nesta quarta-feira (23/3) para conversar com funcionários e direção. O encontro levou pouco mais de 30 minutos e reuniu cerca de 80 pessoas na entrada do Complexo Ulysses Guimarães. A necessidade dessa reunião surgiu depois das inúmeras reclamações das condições de trabalho no pronto socorro. Desde a reorganização dos leitos de observação até o represamento de pacientes no São José. Além das más condições para o tratamento, os servidores ficam sobrecarregados. Em alguns casos, um único técnico em enfermagem precisa dar conta de 10 pacientes, segundo relatos.

Durante a atividade, o diretor presidente do hospital, Tomio Tomita, não apresentou respostas práticas para as reclamações. A novidade ficou por conta da promessa de conclusão da reforma do 4º andar nos próximos três meses. A direção do São José alega que dois anos de trabalho é pouco tempo, mas que medidas estão sendo tomadas.

Direção do HMSJ não deu respostas concretas às reclamações

Veja mais sobre a situação do São José

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dez − 1 =