Comunicado trouxe dúvidas sobre recesso escolar

A Secretaria de Educação enviou um comunicado sobre o recesso que causou dúvidas aos trabalhadores da Educação. O recado, postado no sistema Escola Via Net (EVN), era destinado aos diretores e dizia: “No recesso escolar, o agente operacional, os agentes administrativos III e IV, as merendeiras e as serventes concursadas da Prefeitura deverão trabalhar em forma de rodízio, podendo ser convocados por até cinco dias (…)”.

Da forma como a orientação foi escrita faz parecer que todos estes servidores serão obrigados a trabalhar, o que se contrapõe à informação divulgada anteriormente pelo Sinsej, de que estes trabalhadores poderiam ser convocados, mas apenas se houvesse necessidade.

Os diretores do sindicato entraram em contato com a secretaria, que reconheceu o problema de redação e confirmou o combinado com o Sinsej. Desta forma, o sindicato reafirma que todos os profissionais da educação terão direito ao recesso. Havendo necessidade, os diretores poderão convocar os secretários escolares, cozinheiros e operacionais, mas no máximo por cinco dias e em escala de revezamento.

O Sinsej lembra ainda que cada escola tem autonomia para avaliar sua necessidade. Este julgamento não deve partir apenas do diretor, mas de toda a equipe. Os trabalhadores que desejarem a presença do sindicato para intermediar conflitos em seus locais de trabalho devem enviar um e-mail para sinsej@sinsej.org.br informando seus dados de contato e o nome da sua escola. Também é possível conversar com os diretores sindicais na sede do Sinsej ou pelo telefone 3433 6966.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

10 − 2 =