Aumento de jornada no Abrigo Infanto Juvenil

Em reunião na tarde de segunda-feira (28/7), o secretário de Assistência Social Bráulio Barbosa informou que o Executivo pretende aumentar a carga horária dos servidores do Abrigo Infanto Juvenil. Os funcionários que hoje fazem uma escala de 12 horas de trabalho por 60 de descanso passarão a cumprir 12 por 36 horas. Na prática, eles passarão de uma jornada de 30 para 42 horas semanais.

A reunião foi solicitada pelos próprios servidores para discutir problemas de estrutura e falta de pessoal. O secretário chegou a apresentar uma planta das melhorias a serem executadas nos próximos anos e disponibilizou um motorista para auxiliar no deslocamento dos servidores e dos usuários do abrigo. Porém, informou também que pretende diminuir o intervalo entre uma jornada e outra de trabalho.

Para o diretor do Sinsei, João Batista Verardo, o governo Udo Döhler demonstra mais uma vez seu caráter autoritário. “Além de ainda não ter cumprido os acordos firmados ao fim da greve, ele volta atrás na palavra dada de que não alteraria a escala de trabalho”. O Sinsej fará uma reunião com os servidores do abrigo amanhã (31/7), às 14 horas, no sindicato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

19 + dezessete =