Participe do Fora Temer neste 7 de setembro

Fora-Temer2 (1)

O Sinsej convida todos os servidores municipais para participarem do ato Fora Temer durante o desfile central de 7 de setembro em Joinville, no tradicional bloco do Grito dos Excluídos. A concentração será na praça localizada na esquina da Beira Rio com a Rua Alfredo Marquardt (que dá acesso ao Binário do Iririú), às 9 horas. Confira a localização.

O sindicato estará presente com faixas e bandeiras, manifestando-se contra os cortes de direitos dos trabalhadores anunciados pelo governo federal. A entidade também soma sua voz aos protestos pelo Fora Temer e o Congresso Nacional. Apontamos a necessidade da construção de uma assembleia nacional popular constituinte e de um governo verdadeiramente dos trabalhadores.

Servidores de Garuva e Itapoá interessados em participar da manifestação em Joinville, devem entrar em contato pelo telefone (47) 3433 6966 até às 17 horas de terça-feira (6/9). O transporte será providenciado pelo Sinsej.


Fora Temer e o Congresso Nacional

CRISE
O pano de fundo para explicar o que acontece no Brasil é a situação convulsiva em que se encontra o mundo. Mais de 60 guerras localizadas ocorrem neste momento, 65 milhões de seres humanos vivem como refugiados, 200 milhões estão desempregados. Esse é o resultado de um sistema que privilegia uma minoria. Desde 2008, a economia mundial está afundada em sua pior crise. Para tentar se salvar, governantes e patrões precisam fechar postos de trabalho, promover guerras e aumentar a exploração dos trabalhadores. 

TEMER
O Brasil é atingido em cheio por esta crise. Temer chegou ao poder por meio de um processo de impeachment, que representou um verdadeiro show de horrores, em uma briga palaciana pelo poder. Ele  recebeu da burguesia do país a missão de aprofundar os ataques aos direitos dos trabalhadores e da juventude.

ATAQUES
O principal objetivo de seu governo é rebaixar o custo da força de trabalho, aumentando a exploração. Para isso, quer promover a Reforma da Previdência, flexibilizar leis trabalhistas, ampliar terceirizações e privatizações, instituir um teto dos gastos públicos com consequente corte de despesas em áreas sociais e com pessoal, congelar o salário de servidores, suspender concursos e aumentar a repressão.

DILMA
A maior parte dessas medidas não são novas, já vinham sendo aplicadas ou planejadas pelo governo Dilma. O Sinsej denunciou essas medidas. Agora, porém, elas elevam-se a um novo patamar.

RESISTÊNCIA
Os trabalhadores e a juventude resistem. Em todo o mundo vemos manifestações, greves e a busca por expressar toda a indignação sobre um novo eixo político independente. Em todo o país, vemos milhares nas ruas exigindo a queda de Temer e procurando um novo eixo político sobre o qual se organizar. A sensação de que é preciso construir algo novo está no ar.

 O QUE QUEREMOS
Apontamos a perspectiva do Fora Temer e também de todo o Congresso Nacional. Defendemos uma Assembleia Nacional Popular Constituinte, que se traduza em um espaço realmente democrático,
por meio da qual os trabalhadores de nosso país tomem as rédeas de seu destino. Queremos ajudar a construir um verdadeiro governo dos trabalhadores.

Para preservar e ampliar os direitos dos trabalhadores,

Contra a Reforma da Previdêcia,

Em defesa dos serviços e servidores públicos,

Em defesa do transporte, saúde e educação públicos, gratuitos e para todos,

Por estabilidade no emprego e estatização de todas as empresas que demitam em massa,

Por redução da jornada de trabalho sem redução de salário,

Por reforma agrária, urbana, regularização fundiária e moradia digna para todos,

Contra o pagamento das dívidas interna e externa,

Contra a repressão e a criminalização dos movimentos sociais,

Contra a Lei da Mordaça, que quer calar alunos e professores em sala de aula,

 FORA TEMER E O CONGRESSO NACIONAL!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

17 − três =