Governo Adriano (Novo) adota nova estratégia para iludir servidores sobre reforma da Previdência rejeitada pela categoria

Diante da rejeição dos servidores públicos de Joinville à reforma da Previdência e da crescente mobilização da categoria, o prefeito Adriano Silva (Novo) e seus aliados adotaram uma nova estratégia nos últimos dias. Além dos ataques coordenados à direção do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Joinville e Região (Sinsej), o governo agora aposta em reuniões paralelas para tentar iludir os servidores municipais sobre a reforma da Previdência.

Sem disposição para o diálogo com o sindicato que representa a categoria, inclusive ignorando os pedidos de reunião do Sinsej, o governo tem feito reuniões paralelas com servidores públicos. Servidores que participaram de uma das reuniões relataram que o governo não apresentou nenhuma proposta diferente e que insistiu nas mentiras já propagadas nos últimos tempos. “É uma estratégia política para convencer de que isso é necessário neste momento”, revelou uma das servidoras presentes. A prefeitura tem procurado trabalhadores de diferentes áreas do serviço público, inclusive servidores que têm se destacado na luta contra a reforma.

Além das reuniões com o prefeito e com o presidente do Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Joinville (Ipreville), Guilherme Casali, os vereadores da base governista também têm percorrido os locais de trabalho para dialogar com os servidores, com o mesmo objetivo da prefeitura, que é ludibriar a categoria.

A orientação do Sinsej é de que os servidores públicos de Joinville evitem participar destas reuniões, pois se trata de uma armadilha do prefeito para tentar convencer, de maneira mentirosa, que a reforma é boa e necessária. A mobilização e a organização dos servidores são tarefas do sindicato, que tem atuado incansavelmente na defesa da categoria e do direito à aposentadoria.

“O que a prefeitura e sua militância querem é colocar os servidores públicos contra a própria categoria. Mas, eles não terão êxito. Os servidores estão indignados e revoltados com a postura do prefeito e de seus aliados. Não vamos permitir que o prefeito Adriano e seus asseclas mintam e iludam os servidores”, garantiu Jane Becker, presidenta do Sinsej, que reafirmou que não há outro encaminhamento possível que não seja a retirada dos projetos de reforma da previdência.

2 thoughts on “Governo Adriano (Novo) adota nova estratégia para iludir servidores sobre reforma da Previdência rejeitada pela categoria

  • 29 de abril de 2021 em 19:37
    Permalink

    A tática utilizada pela Prefeitura Municipal ao realizar reuniões com os servidores é para dividir o movimento de resistência contraria a Reforma da Previdência (Dividir para reinar). A base aliada do prefeito na câmara dos vereadores,procura ao mesmo tempo atacar a imagem da presidenta Jane,eleita pelos servidores públicos de forma democrática.
    Servidor não participe de reuniões paralelas! O futuro da sua aposentadoria depende de você!

    Resposta
  • 1 de maio de 2021 em 11:56
    Permalink

    Ė importante que os colegas não participem dessas reuniões, visto que isso pode ser usado como a PMJ debatendo a reforma com o servidor. E mais, não se justicam reuniões ou debate de propostas em subgrupos.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 × 2 =