Motoristas do Samu sofrem com desvio de função em Joinville

Na última semana o Sinsej recebeu uma denúncia informando que os motoristas das ambulâncias do Samu estavam tendo que realizar atividades que não estão previstas dentro das suas atribuições, caracterizando assim desvio de função. O sindicato foi até a base onde ficam os motoristas e constatou que eles estão sendo orientados a abastecer as ambulâncias com óleo lubrificante, algo que deveria ser feito nos postos conveniados com a prefeitura.

Embora o produto que os motoristas tenham que manejar para abastecer as ambulâncias não seja tóxico, não é função dos motoristas fazer esse abastecimento. A prefeitura possui convênios com diversos postos de combustível que oferecem esse serviço aos veículos que necessitam. O uso do óleo lubrificante se faz necessário, uma vez que as ambulâncias usam diesel como combustível.

A prefeitura não pode incluir nas atribuições dos motoristas uma função que não é deles. O Sinsej irá cobrar que os trabalhadores não sejam obrigados a realizar ações que não são de sua responsabilidade. A manutenção dos veículos não é função dos motoristas e não deve ser realizada por eles.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

14 − seis =