Sinsej comprova para prefeitura que é possível dar mais do que 3,13% de reajuste

A direção do Sinsej esteve na prefeitura na manhã desta segunda-feira (1) para mais uma reunião referente a Campanha Salarial 2024. E mais uma vez o prefeito Adriano Silva (Novo) não esteve presente, se recusando a dialogar pessoalmente com os servidores públicos de Joinville, como tem feito ao longo de toda a negociação.

Na reunião com o secretário de Gestão de Pessoas, Ricardo Mafra, o sindicato apresentou projetos de lei de outras cidades que concederam reajustes maiores do que a inflação, como Araquari, São Bento do Sul, São Francisco do Sul e Florianópolis. Todas essas cidades contrariam a versão do governo Adriano Silva (Novo), que afirma não poder conceder mais do que 3,13% de aumento por conta do calendário eleitoral. OS servidores pedem 5% de ganho real como forma de valorização da categoria.

A gestão prometeu dar uma resposta até o fim do dia sobre a solicitação do sindicato. A presidente Jane Becker lembrou que os servidores precisam de uma valorização também no vale-alimentação. Atualmente o valor diário do vale não chega a 18 reais.

Jane também frisou que, diante dos exemplos dos outros municípios, está comprovado que não há impedimentos legais para um reajuste maior do que os 3,13% propostos pelo prefeito. Portanto, a questão é apenas a vontade política de Adriano Silva (Novo) valorizar ou não os servidores.

One thought on “Sinsej comprova para prefeitura que é possível dar mais do que 3,13% de reajuste

  • 1 de abril de 2024 em 21:10
    Permalink

    Falta vontade política!
    O prefeito de plantão não valoriza os servidores públicos,infelizmente!
    O projeto do atual mandatário da PMJ é o projeto das terceirizações do serviço público,beneficiando o setor privado!
    O serviço público é para atender a comunidade que necessita de atendimento,beneficiando o coletivo.
    Valorizar o servidor que presta serviço a comundade,deveria ser a principal tarefa de um governante que pretende ser eleito novamente.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 × um =