Vale-alimentação: será que agora vai?

Adesivo da campanha pode ser retirado na sede do Sinsej

De acordo com a edição de sexta-feira (08/04) do jornal A Notícia, o projeto que substitui a cesta básica por vale-alimentação será enviado à Câmara de Vereadores essa semana. O Sinsej não foi comunicado oficialmente, o que causa ainda mais insegurança aos servidores, pois não há garantias de que o texto do projeto seja o mesmo elaborado em conjunto entre administração do município e sindicato após a greve de 2010. Outra dúvida paira sobre a abertura de licitação para a compra de cerca de 120 mil cestas, que ocorreu em fevereiro desse ano. A justificativa é de que a concorrência é preventiva, já que ela apenas escolhe quem poderá fornecer e não obriga a Prefeitura a comprar toda quantidade orçada. Mas fica a dúvida: para quê tamanha precaução?

Diárias e Vitaserv também estão na pauta

Também devem entrar na Câmara de Vereadores essa semana os projetos de criação de diárias de viagem para os servidores e de incremento na contribuição da Prefeitura ao Vitaserv.

O plano de saúde, que passa por dificuldades financeiras, teve as cirurgias eletivas realizadas no hospital da Unimed suspendidas no dia 31 de março. A situação já foi solucionada, mas com restrições.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

20 + 20 =