Prefeito propõe pagar 50% do INPC parcelado em duas vezes

Hoje (11/05) pela manhã aconteceu a quarta rodada de negociação entre Sinsej e Prefeitura. Na última audiência, o prefeito Udo Döhler havia se comprometido em apresentar uma contraproposta para o reajuste salarial – baseado na divulgação oficial do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de maio. O prefeito ofereceu 50% do INPC parcelado em duas vezes – proposta prontamente rechaçada pela diretoria do sindicado.

O Índice fechou no dia 10 de maio em 3,99%. Para o Sinsej, é um absurdo que a Prefeitura ofereça o pagamento de 50% e parcelado. Além de repor a totalidade do INPC em parcela única, o governo tem as condições de conceder os 5% de ganho real – solicitados pela categoria.

Houve avanços em alguns outros pontos da pauta. Um deles, a regulamentação da hora-termo, tem uma minuta pronta e deve seguir para análise e votação na Câmara de Vereadores. A lei 152 – que trata da lotação do magistério – também será alterada para que o professor, já no seu ingresso, acesse o módulo de 40 horas. Uma proposta de projeto deve ser apresentada pela Prefeitura na próxima reunião.

O prefeito se comprometeu ainda em ampliar a alta complexidade para os técnicos de radioterapia do Hospital São José e em estudar o acesso da titulação na carreira dos servidores.

Outro ponto discutido foi a revogação da portaria 1297/2017, que suspende a licença-prêmio, a venda de 10 dias de férias e o abono natalino. O prefeito se comprometeu em avançar nesta proposta e dar uma resposta definitiva na próxima reunião, que acontece na semana que vem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quatro × cinco =