O Sinsej apura denúncia sobre desrespeito à segurança sanitária no CEI Pedacinho do Céu

O Sinsej recebeu, na manhã desta quinta-feira (30), uma denúncia sobre as más condições de trabalho do Centro de Educação Infantil Pedacinho do Céu, localizado no bairro Boa Vista, na rua São Miguel. Conforme o relato que foi feito anonimamente por uma trabalhadora da educação, há uma orientação informal da Secretaria de Educação para que as janelas e as cortinas permaneçam fechadas para impedir a fiscalização. Para os especialistas, uma das principais recomendações é justamente o contrário, manter os ambientes arejados.

A irresponsabilidade com o distanciamento vai contra todas as normas de segurança sanitária diante do novo coronavírus. A presidenta Jane Becker e o dirigente Marcio Luis Oliveira foram até a unidade, onde apuraram as informações. As denúncias de CEIs e escolas sobre a falta de distanciamento não param de chegar.

Os diretores sindicais confirmaram que as cortinas estavam fechadas em um lado do CEI, onde os carros ficam estacionados. A diretora e a auxiliar de direção do CEI não estavam no local. Em mais uma prática antissindical, a professora foi orientada a não deixar o Sindicato entrar nas salas de aula. Desrespeitar o distanciamento e as orientações científicas coloca em risco a vida das crianças, famílias e trabalhadores da educação.

Caso não haja garantia de distanciamento entre alunos, professor e auxiliar de educador, o Sindicato orienta para que os servidores e as servidoras se posicionem diante da direção do local e façam denúncias. O Sindicato exige ambientes arejados, testagem em massa e distribuição de máscaras.

É responsabilidade do governo municipal garantir as condições necessárias para que as crianças frequentem as aulas e os profissionais de educação trabalhem com segurança. O Sinsej segue exigindo as condições seguras para as aulas presenciais na pandemia, o que requer mais investimentos em obras nas unidades, máscaras adequadas e mais ventilação.

O Sinsej apura denúncia sobre desrespeito à segurança sanitária no CEI Pedacinho do Céu
A presidenta Jane Becker e o dirigente Marcio Luis Oliveira foram até a unidade, onde apuraram as informações.
Os diretores sindicais confirmaram que as cortinas estavam fechadas em um lado do CEI, onde os carros ficam estacionados.
Os diretores sindicais confirmaram que as cortinas estavam fechadas em um lado do CEI, onde os carros ficam estacionados
As janelas do CEI estavam fechadas pela manhã de hoje (30).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 + dezesseis =